A HISTÓRIA DA MODA – PARTE 1

História da moda

Das muitas coisas que os profissionais da moda precisam conhecer, a influência da história na moda é uma das principais delas. E é claro que informação é sempre bom, não só para estudantes de moda, como as nossas alunas da Escola de Estilo, mas também para todos (as) que amam essa arte que tanto diz sobre nosso comportamento na sociedade. Serão dois artigos narrando toda a evolução da moda. Vamos ao primeiro:

É muito complicado se situar nesse mundo contemporâneo que muda o tempo todo, sem antes saber o que aconteceu há séculos e décadas atrás, que nos trouxe até aqui.

Roupas de pele Roupas feitas de pele de animais.
A palavra moda vem do latim “modus” e significa basicamente costume. Se olharmos de forma profunda para a moda, vamos perceber o quanto ela trata de um costume comum de determinada sociedade ou levando para o nosso contexto atual, determinado grupo, quanto ao jeito de se vestir.

evolução do vestir Os trajes evoluindo junto com a sociedade

Se você está por dentro do nosso Curso de Personal Stylist, se acompanha nossa teacher Dany padilla em suas redes sociais e aqui no blog, lendo nossos artigos, não é mais surpresa ouvir que as roupas sempre transmitem uma mensagem, sendo que essa mensagem tem tudo a ver com o estilo da pessoa que é atemporal, ou seja, não muda de acordo com a estação. É algo dela, diferentemente das tendências, que mudam de acordo com as estações.

Evolução do vestir

Muitas pessoas confundem moda com o simples ato de se vestir, e claro, o ato de se vestir é presente na sociedade desde os primórdios da humanidade, alguns estudiosos datam desde 600 mil a.C. Mas afinal, de onde surgiu a necessidade do uso de roupas? Segundo estudos feitos por antropólogos, a roupa era usada pelo ser humano para se proteger do frio, ataques de animais, nudez, calor, chuva e demais proteções do corpo (Como mostra a primeira foto).

Evolução da moda

O ser humano usava peles de animais para fazer suas roupas com o auxílio de agulhas de pedras, processos para deixar o couro macio e em alguns casos, até tingimento com extrato de plantas e outras formas de pintura.

Agulha de pedra As primeiras agulhas eram feitas de pedra
A roupa passou a ser usada como forma de identidade em sociedades como Egito e Roma, no primeiro pelo Faraó que não utilizava ornamentos, sendo que a calda de um leão e um cavanhaque falso mostravam sua autoridade simbolizando poder. A parte da calda do leão é de arrepiar!! Já em Roma, a toga, peça utilizada pelos magistrados, transmitia a desejada mensagem de autoridade.

Toga Romana A Toga Romana

Em muitas sociedades ainda não havia diferença entre roupas usadas por homens e mulheres, até que em meados do século XIV, mulheres usavam vestidos e homens calças, fora o uso de sapatos que davam destaque a delicadeza dos pés, também presente no guarda-roupa feminino.

 O REAL SURGIMENTO DA MODA.

Até o século XV as roupas não mudavam muito, eram sempre as modelagens e cores de costume, havia diferença apenas em um povo do outro. Entretanto, esse cenário mudou no Renascimento. Foi a partir daí que os looks começaram a mudar com maior frequência. Antes desse período os plebeus não podiam usar os mesmos tipos de roupa que a nobreza usava, até mesmo haviam leis que regulamentavam a quantidade de ouro e quais tecidos poderiam ser usados em suas roupas.

Renascentismo As roupas renascentistas

A moda em si surge quando os plebeus passam a querer imitar as roupas da nobreza, que para não repetir os trajes, começam a mudar com frequência suas roupas. A medida que a tecnologia e a comunicação avançaram, o mundo evoluiu e as roupas também.

Houve principalmente uma visível evolução na rapidez que a moda abraçou o mundo, e essa rapidez ficou mais clara ainda com a invenção do cinema. A princípio por ser um grande meio de comunicação, e em segundo lugar por transformar a roupa e a vida dos grandes astros em objeto de desejo.

Moda no cinema O cinema ditando moda. Audrey Hepburn a eterna musa da marca Givenchy. Um dos maiores ícones de moda no cinema de todos os tempos.

Com o passar dos anos tivemos muitos movimentos e tendências que eram um claro reflexo do contexto mundial do momento. Em épocas de guerra como na segunda guerra mundial, os looks eram em cores sóbrias, saias na altura do tornozelo por não ter grandes quantidades de tecidos disponíveis e chapéus mais simples, tudo retratando o momento vivido pela sociedade.

Nós da Escola de Estilo, valorizamos muito entender qual foi o ponto de partida do nosso ramo, para enfim, entender o porque de estarmos onde estamos como moda diante da sociedade.

Se você, assim como nós, também é apaixonada por moda, não deixe de ler o segundo artigo sobre a História da Moda. No próximo, explicarei um pouco mais de como a história influência nas tendências. Não tenho dúvidas do quanto seu olhar vai expandir a respeito desse universo que tanto amamos!

Beijos no coração de toda equipe da Escola de estilo.

Escrito por Giovanna Alves/Equipe Escola de Estilo.

Compartilhe com seus amigos

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email

Gostou do artigo? Deixe seu comentário abaixo