Moda digital: dicas para crescer e empreender

Clube das Comadres em parceria com a Escola de Estilo Dany Padilla publicou um artigo sobre dicas exclusivas para você empreender e Alavancar de uma vez por todas o seu negócio de Moda Digital! Confira:

Moda digital é um dos temas abordados na Imersão Fashion, que acontece nos dias 28, 29 e 30 no Expo Center Norte, em São Paulo. É um projeto idealizado por Dany Padilla, fundadora da Escola de Estilo e especialista em moda & marketing pessoal/empreendedorismo & vendas.

Portanto, se você trabalha com moda digital e quer impulsionar suas vendas, Dany Padilla revelou 4 dicas exclusivas para o Clube das Comadres que podem ajudar no seu negócio. Sendo assim, está pronta para dominar o assunto e arrasar nas vendas?

 

Moda digital: tenha autoridade

 

1-Tenha credibilidade na rede.

Não aceitar somente depósito à vista. Aceite cartões de crédito, PagSeguro, gates de pagamento, etc. Quem vende muito barato e à vista via boleto bancário perde a credibilidade. Portanto, logo, perde venda também.

Por isso, é preciso se mostrar. Mostrar o seu dia a dia, fazer stories no Instagram, mostrar envio de produtos para as clientes. Além de pedir para que essas clientes mostrem também o que ganharam da sua marca e marcar o perfil na rede. Tudo isso mostra a entrega do produto. Ter um site é legal, apesar de que o Instagram/WhatsApp também se tornaram um ambiente digital de vendas.

 

2. Facilidade de entrega para o cliente. Como fazer?

Quase ninguém escreve a grade, a centimetragem da peça. Então, o consumidor sente muita insegurança na hora de comprar. As dúvidas “será que isso cabe em mim?”, “será que isso é legal” são comuns. Por isso, coloque os tamanhos certos das roupas.

Utilize a logística reversa. Faça um contato com os Correios e escolha um serviço de frete de retorno de produto gratuito, o que vai dar mais segurança para o cliente. Ele compra a peça e tem a possibilidade de troca, caso não goste ou não fique bem.

3. Cuide de como você aparece na rede.

Quantas vezes as pessoas postam fotos da peça na rede e dizem que não conseguem vender? A verdade é que as pessoas não compram peças e sim objetos de desejo. Então, como fazer a peça se tornar um objeto de desejo? É importante mostrar em quais ocasiões a consumidora vai sonhar em ter a sua roupa, como em um encontro com um pretendente. Por exemplo: mostrar a pessoa em um fim de tarde, num barzinho, em um lugar legal.

Vale lembrar que fotos de boa qualidade são essenciais. Existem vários aplicativos na internet que podem ajudar a tratar a foto. O Instagram é uma rede de imagens e quanto melhor se tornarem, melhor a possibilidade de vender o seu produto. Como o Instagram permite postagem de múltiplas fotos hoje, é viável colocar uma foto da peça específica para perceber os detalhes.

 

4. Aprenda a gerar engajamento na rede.

O engajamento na rede vem através de conteúdo relevante. Não é só postar uma foto ou um look bonito para vender desejo. O Instagram entende que quanto mais as pessoas curtirem ou comentarem determinado post, mais ele vai mostrar para outras pessoas de forma orgânica. E como fazer isso com foco na venda? Se tenho uma roupa ou peça que serve para determinado corpo “pera”, posso mostrar várias formas diferentes de usar a peça neste corpo e perguntar qual o look a pessoa mais gosta para votar.

Ou dar dica, como “peça utilizada para pessoas com corpos avantajados”, “como utilizar essa peça em pessoas que possuem ombros largos?”. E assim aumentar a possibilidade de pessoas comprarem essas peças. Sempre engajando através de conteúdo. Criar uns dois ou três looks diferentes para a mesma peça também desperta engajamento. Short de paetê; look dia e look noite. Qual se identifica mais? Curta, comente e compartilhe com sua amiga.

Acesse o site para saber todas as informações sobre o Maior Evento de Moda Digital do Brasil – Imersão Fashion 2 –  e garanta já a sua vaga: www.imersaofashion.com.br

 

Confira outras matérias

Compartilhe com seus amigos

Share on facebook
Facebook
Share on linkedin
LinkedIn
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Gostou do artigo? Deixe seu comentário abaixo