10 PASSOS PARA VOCÊ MONTAR SEU BRECHÓ DE SUCESSO

Brechó

Em meio a pandemia do Corona Vírus, muitas pessoas perderam seus empregos e devido a isso, fez-se necessário que cada um se reinventasse da melhor forma que pudesse. Alguns partiram para o empreendedorismo tendo como ponto de partida pouco capital para investir, o que não é um problema quando falamos de moda!

Hoje você irá aprender o que é necessário para montar uma ideia super moderna, sustentável e econômica de negócio de moda, o famoso BRECHÓ!

Brechó

Quando falamos de brechó o que vem na sua cabeça? Um monte de roupas empoeiradas e tumultuadas? Preços super baixos e pouca qualidade? Desorganização e pouco lucro? Pois bem, realmente existem brechós que são mal administrados e acabam se tornando isso tudo, mas tratando-se de um empreendimento de sucesso, sabemos que não vai ser assim, não é mesmo?

Abrir um brechó pode ser um ótimo negócio desde que você saiba o que vamos te ensinar agora:

1 – Planeje

Todo bom negócio tem origem em um detalhado planejamento. Se você deseja fazer seu negócio ser uma rede de brechós de luxo ou se o seu intuito é ter apenas uma renda extra no fim do mês, para ambos há um caminho a se percorrer e você precisa colocar esse caminho no papel para não se perder ao longo do tempo.

Brechó Planeje-se SEMPRE!

2 – Escolha um nome

Para muitos, a escolha do nome parece ser a parte mais simples, porém para haver impacto, o nome precisa ser um bom comunicador do que seu brechó é, seja ele de roupas usadas com estilo vintage ou moderno.

3 – Defina seu público-alvo

Já falamos em outros artigos sobre a importância de se saber qual é o seu público alvo, e tratando-se do seu brechó, não será diferente. Você precisa saber quais são os gostos e preferências dos seus clientes em potencial afim de trabalhar para que seu produto seja o mais vendável possível.

Público alvo Defina seu nicho (seu alvo)

4 – Concorrência

É de extrema importância que você pesquise de que forma seus concorrentes trabalham e entregam seus produtos para que assim você consiga se diferenciar no mercado. Após saber qual o estilo dos seus clientes, fica mais fácil identificar quem são seus concorrentes.

5 – Escolha das peças

Após ter passado por todas as fases passadas, chegou um dos momentos mais interessantes de todo o processo: a escolha das roupas que serão vendidas. Em um primeiro momento você pode começar pegando doações de amigos e parentes de peças em bom estado para serem vendidas por um preço menor e claro, peças do seu guarda-roupa também.

Brechó As primeiras peças podem SIM vir de seu guarda roupa

Se o seu orçamento for um pouco maior, também existem vendedores de lotes de roupas em plataformas de compras como OLX e Mercado Livre. Os bazares, feiras e lojas fechando também são uma ótima opção para encontrar roupas com bom preço.

6 – Brechó online

Se o seu brechó for online, é importantíssimo que você invista em gerar um bom conteúdo afim de que sua “vitrine”(variados perfis de redes sociais que você for expor suas fotos) seja interessante e atrativa. Nós da Escola de Estilo disponibilizamos alguns artigos com ideias de conteúdos que você pode estar postando além das excelentes fotos das peças que você pretende vender. É muito importante que você invista em fotos bem feitas para que seus clientes desejem as peças.

Brechó online Use a internet a seu favor!

7 – Estoque e local

Se o seu brechó for online, mesmo assim você precisará de um lugar para guardar as peças. No caso do seu brechó ser loja física, é importante que você escolha um local que fique acessível para seus clientes em potencial, como por exemplo: lugares que eles costumam frequentar.

8 – Funcionários

Nesse primeiro momento não será necessário vendedores, pois seus clientes não costumam precisar de muita atenção para fazer as compras, até porque muitos deles vão com o intuito de garimpar as peças, portanto sua única preocupação deve ser em manter as roupas limpas e em bom estado e claro, se em um determinado momento for necessário mais pessoas, você poderá partir para a contratação.

9 – A parte legislativa

A medida que sua empresa for crescendo, será necessário que ela possua registro nos seguintes órgãos:

  • Enquadramento na Entidade Sindical Patronal em que a empresa se enquadra (é obrigatório o recolhimento da Contribuição Sindical Patronal por ocasião da constituição da empresa e até o dia 31 de janeiro de cada ano);
  • Caixa Econômica Federal, para cadastramento no sistema “Conectividade Social – INSS/FGTS”;
  • Junta Comercial;
  • Secretaria da Receita Federal (CNPJ);
  • Secretaria Estadual de Fazenda;
  • Prefeitura Municipal, para obter o alvará de funcionamento;
  • Registro na Previdência Social;
  • Legislação da prefeitura e corpo de bombeiros;
  • Seguir o código de defesa do consumidor;

10 – Controlando seu negócio

Para que você não se perca no meio de capital, lucro, dívidas ,etc, é de extrema necessidade que você tenha o fluxo de caixa, controle de estoque e controle financeiro da sua empresa bem claros e sob controle.

Brechó Controle tudo que entra e sai de sua loja, assim você controla os gastos e lucros

Se você gostou do nosso passo a passo, comente e compartilhe com suas amiga e amigos e não se esqueça de nos dar o feedback de como tem sido esse período tão incrível de montagem do seu novo negócio!

A Escola de Estilo, está aqui para lhe levar ainda mais perto de seus sonhos. Dany Padilla disponibiliza cursos de capacitação para empreendedores de moda, que desejam ter muito sucesso trabalhando no mercado da moda.

Clique no link abaixo e assista uma aula gratuita com a Dany Padilla, cheia de informações de como começar um negócio de sucesso na área de moda, gerando autoridade nas vendas. 👇

Fique atento(a), porque durante a semana teremos mais artigos incríveis para você!

Um beijo no coração de toda Equipe Escola de Estilo

Escrito por Giovanna Alves/Equipe Escola de Estilo.

Confira outras matérias

Compartilhe com seus amigos

Share on facebook
Facebook
Share on linkedin
LinkedIn
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Gostou do artigo? Deixe seu comentário abaixo