MODA, Transição de Carreira e Propósito de Vida: Se não tivesse que ganhar dinheiro nem agradar a alguém, o que você faria?

Você sabia que 72% das pessoas está insatisfeita com seu trabalho? Se esse é o seu caso, precisa ler esse texto, escrito por nossa aluna, a Personal Stylist Andrezza Maia em 2017, que encontrou seu propósito na moda! Ele torna-se extremamente atual nesse momento de pandemia Covid-19, onde percebe-se a importância de valorizar e VIVER a vida em sua plenitude, tendo um propósito bem definido. Vamos ao texto?

Uma matéria publicada pela Exame  apresenta uma pesquisa da Isma Brasil (International Stress Management Association) mostra 72% das pessoas estão insatisfeitas com o trabalho. A pesquisa foi realizada em três capitais (São Paulo, Rio de Janeiro e Porto Alegre) com 1.034 profissionais ativos no mercado de trabalho.

Se eu não tivesse que ganhar dinheiro nem agradar alguém, o que eu faria da minha vida.  

Sri Prem Baba

Para responder essa pergunta sugiro que você não pense muito e considere a primeira ideia que vir à sua mente, por mais absurda que seja, não ignore e tenha atenção, pois talvez seja essa a resposta que vai mudar a sua vida e te trazer muita satisfação pessoal.

Sri Prem Baba em seu livro Propósito, diz que muitas vezes, tudo parece estar muito bem, mas você continua insatisfeito e deprimido, parece que algo está fora do lugar. Ele comenta ainda, que todos temos um propósito nessa vida e quando passamos a não o exercer de forma plena, passamos a ter uma vida entediada, nada satisfaz e tudo se torna chato e sem graça.

Talvez seja esse um dos motivos de tanta insatisfação com o trabalho.

Vou contar um pouco do que aconteceu comigo e porque eu mudei minha carreira e hoje EU ESTOU NA MODA.

Sim, eu encontrei um propósito na moda!

Assim como muitos jovens da minha geração, o meu sonho também era cursar uma faculdade e trabalhar numa GRANDE multinacional, e foi assim que aconteceu comigo fiz uma boa faculdade e tive a oportunidade de passar por três grandes empresas uma alemã outra mexicana e a última sueca.

Aprendi e me desenvolvi, além de contribuir bastante com essas organizações. Jamais imaginaria seguir por outro caminho profissional – Confesso que fazer parte de empresas desse porte mexem muito com o ego da gente, dá uma sensação de poder e de grandeza. Mas, por favor não entenda isso como arrogância ou prepotência, não é nada disso ou pelo menos não era o meu caso, apenas uma sensação de fazer parte de um mundo bem diferente do que eu estava acostumada e ter acesso a outras culturas.

Em 2013 com o nascimento da minha filha minha cabeça mudou completamente, já comentei isso em outro post (leia), meus valores e prioridades mudaram. Desempenhar o papel de mãe e manter as demais atividades se tornou um desafio, mas me dava calafrio “isso mesmo”, só de pensar na possibilidade de não ter mais uma vida profissional, definitivamente parar de trabalhar não era uma opção para mim.

Um dilema, né? Não sou e nem serei a única mulher nessa situação e com o desejo de conciliar a liberdade de tempo, liberdade financeira e qualidade de vida.

Em 2014 depois de muito pensar, pesquisar e desejar profundamente uma mudança na minha vida, tive um insight e você não seria capaz de imagina e NEM EU…, mas a resposta aos meus anseios estava praticamente dentro da minha casa, ou seja, nos negócios que permeava pela família há anos, O MUNDO DA MODA!!! Como não pensei nisso antes? Uma oportunidade bem na minha cara ou melhor nas minhas raízes.

Agora vamos lá…, você já pensou que algumas atividades que antes eram subjugadas ou desvalorizadas, estão ganhando cada vez mais notoriedade – costura, estética, culinária, limpeza ou jardinagem e outras novas surgindo ou sendo aprimoradas como – personal stytist, personal organizer, personal chopper e etc. Será que seu propósito profissional não estaria relacionado à alguma dessas profissões. Pense nisso!!

Voltando à minha jornada…descobrir algo que tinha a ver comigo e meus interesses foi o primeiro passo, o segundo foi traçar um plano para alcançar esse objetivo, não dava simplesmente para trocar o certo pelo duvidoso. Comecei a me preparar em 2014 e agora em 2017 vou lançar o meu e-commerce de moda feminina (Z Brasil Store). Só para você saber larguei meu emprego e me sinto muito confiante para essa nova fase.

Se você, mulher, está passando pelos mesmos dilemas que eu passei e tem vontade de mudar ou está há muito tempo fora do mercado de trabalho e gostaria de voltar a exercer uma profissão, então veja algumas dicas básicas para você alcançar o seu objetivo.

1. Dê um nome ao seu projeto

É importante você pensar em um nome para o seu projeto, por exemplo Projeto Minha Cozinha, Projeto Sonho Meu, Projeto Corte e Costura. Dar um nome é criar uma identidade, é o mesmo que dar vida à sua ideia. Isso tem força, pode crer.

2. Dedicação

Dedique pelo menos 30 minutos do seu dia para pesquisar sobre o seu projeto, e vá aumentando esse tempo, conforme o desenvolvimento do mesmo. Não importa se você vai usar esse tempo para conversar com alguém ou ler uma reportagem. Tenha contato diário com o seu projeto.

3. Canais

Crie canais exclusivos nas redes sociais para guardar e obter informações sobre o assunto referente ao seu projeto. Por exemplo se o seu negócio é corte e costura, crie uma Fã Page e um Instagram Projeto de Costura da Maria e passe a seguir profissionais, empresas e celebridades que atuam nessa área. Se o seu negócio estiver relacionado a vendas na internet, então não deixe de ver o meu post sobre como levar seu negócio para internet.

4. Plano de Negócios

Faça um plano de negócios para ter uma visão completa das necessidades do seu empreendimento, na internet você pode encontrar muitos vídeos sobre como fazer um plano de negócios, além de instituições conceituadas como Sebrae.

5. Poupe dinheiro

A partir do momento que você iniciou essa jornada, economize dinheiro e se possível guarde uma quantia mensal para realização de cursos, comprar materiais, livros ou revistas e também para os investimentos iniciais.

6. Apoio

Essa é a parte mais difícil, pode crer. No começo nem sempre temos o apoio daqueles que amamos, mas não deixe que isso te impeça. Pense o seguinte se você demorou tanto tampo para acreditar na sua mudança, não queira que o outro aceite isso tão rapidamente. Expresse o seu desejo e compartilhe aquilo que esteja pesquisando e à medida que você mesmo for se convencendo sobre sua ideia, então terá argumentos suficientes para ter o apoio que necessita. Não desista! Apoio é tudo!

Espero sinceramente que esse post tenha ajudado você a pensar mais sobre a possibilidade de mudar e ter uma vida mais plena e feliz. NÃO ABRA MÃO DO SEU SONHO! NÃO DESISTA!

Se você gostou desse post e busca um propósito na moda, compartilhe com as mulheres que você acredita que podem fazer toda diferença no mundo profissional.

Artigo escrito por Andrezza Maia, Personal Stylist formada pela Escola de Estilo Dany Padilla

Compartilhe com seus amigos

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email

Gostou do artigo? Deixe seu comentário abaixo

OPORTUNIDADE PARA EMPREENDEDORES

(AULA GRÁTIS ONLINE)
Você quer trabalhar com MODA mas não entende nada de MODA?

OPORTUNIDADE  PARA EMPREENDEDORES!

* Aprenda com Dany Padilla o passo-a-passo para se vestir melhor e montar um serviço de Personal Stylist.

Como se Tornar uma AUTORIDADE DA MODA com técnicas Personal Stylist!