VERSACE – DOS HOLOFOTES AOS BASTIDORES

Versace

Afinal de contas, quem foi o lendário estilista da marca Versace? Muitos ouvem falar, mas nada melhor do que conhecer a história de pessoas comuns que chegaram ao topo! Nós da Escola de Estilo, valorizamos muito o poder que a inspiração tem para nos fazer vibrar e ter forças para nunca desistirmos dos nossos sonhos, e é por isso que estamos fazendo essa série semanal com as histórias dos estilistas mais conhecidos da alta costura internacional. Hoje vamos falar de Versace – Dos Holofotes aos bastidores. 

Versace
Gianni Versace ainda menino

Quando falamos de Gianni Versace, falamos de ousadia, autenticidade e sem dúvidas de sonhos. O icônico designer nasceu no dia 2 de dezembro de 1946 em uma cidade italiana industrial chamada Reggio di Calabria, no sul do país. Sua mãe Francesca, dona de uma loja de roupas e costureira, e seu pai Antonio, vendedor de eletrodomésticos. O casal teve três filhos: Uma menina chamada Donatella e dois meninos, Gianni e Santo.

Versace
Foto ilustrativa da década de 50/60… Já que quase não existem fotos de Versace na infância

Quando criança, Gianni sempre ficava na loja de sua mãe observando-a costurar, vender e até mesmo ajudar suas clientes chiquérrimas, que entravam na loja para escolher qual nova peça entraria em seu guarda roupa. A paixão de Gianni pela moda, vem desde menino.

Versace
Gianni Versace no ano 1982

O lugar onde passou sua infância, onde morou, se tornou um dos seus temas favoritos para as roupas que criou em sua carreira de tanto sucesso, pois próximo ali, haviam ruinas de antigas civilizações gregas e romanas. A paixão pela moda se estendeu pelo período do colegial, época que ele frequentava desfiles por todo o continente europeu, só para ver o que estaria em alta nas próximas estações para ajudar sua mãe.

Versace

Já na fase adulta (por volta dos seus 22 anos), Gianni Versace passou a desenhar roupas. Foi contratado por um fabricante local para desenvolver uma coleção que seria vendida na loja de sua mãe.

Os bastidores da coleção foram tão grandiosos, que várias modelos vieram de Milão e Roma para fazer parte do casting que iria desfilar a nova coleção, o que levou o nome de Versace a ser conhecido em Milão, uma das principais capitais da moda internacional e a principal da Itália. O destino se encarregou de encaminhar o talentoso Gianni.

Versace
Gianni sempre rodeado com as mais famosas modelos

A CARREIRA COMEÇA

Em fevereiro de 1972, Gianni, já conhecido por seu sobrenome Versace, embarcou rumo a Milão, pois Salvatore Chiodini e Ezio Nicosia (da marca Florentine Flowers), pediram que ele se apresentasse para projetar uma nova coleção o mais breve possível.

O estilista desenvolveu algumas peças de verão que fizeram tanto sucesso, que seu salário chegou a 4 milhões de liras, fora um carro conversível. Passada a primavera/verão, ele também desenhou a coleção outono/inverno da marca.

Versace
Gianni e Donatella

No início da década de 70, a Itália era um países em ascensão tratando-se de moda. As peças do prét-à-porter (pronto para vestir), caíam cada vez mais no gosto do consumidor, pois já não era mais necessário encomendar as peças para comprá-las, bastava ir a loja que elas estavam lá, a pronta entrega. Isso fez com que Chiodini e Ezio Nicosia percebessem que a moda já não era a mesma. Os consumidores desejavam um toque mais pessoal por parte das marcas e tudo isso começou com a contratação de Gianni Versace.

Versace
Os consumidores desejavam um toque mais pessoal por parte das marcas e tudo isso começou com a contratação de Versace. Aqui uma das muitas lojas do império Versace

No ano de 1973, ele desenhou peças femininas para vestir Callaghan e em 1974 , o estilista foi criador da sua linha autoral Complice, que mesmo não estando trabalhando com seu próprio nome, acabou por desenvolver seu próprio selo. Sob esse selo, Versace projetou uma coleção inovadora em couro, material que não era usado pelos estilistas da época, ou seja, Versace inovou!

A CRIAÇÃO DA MARCA

Com seu irmão Santo Versace sendo formado em administração pela Universidade de Messina, Gianni finalmente começou sua marca autoral nomeada com seu próprio nome Versace. Já em 1977, foi a vez de Donatella e seu marido Paul Beck ingressarem na empresa. Paul era responsável pela supervisão da linha masculina e, em 1978, a empresa abriu sua primeira loja física na Via Spiga, em Milão.

Versace
Santo Versace, irmão de Gianni Versace

A marca optou por comandar de forma independente os negócios, tornando-se uma das maiores marcas no controle de toda a cadeia produtiva e de vendas, do design ao varejo. Com tanto sucesso a marca melhorou a distribuição através da criação do próprio showroom, vendas no atacado e as vendas no varejo eram feitas nas franquias.

O RECONHECIMENTO E A ARTE

Em 1982, Versace foi premiado com o prêmio “L’Ochio d’Oro” como o melhor designer de moda do ano, da coleção feminina de outono/inverno de 1982-1983. Não por menos, Gianni trouxe nessa coleção as lendárias peças de metal e logo após, desenvolveu com engenheiros alemães, tecidos com metal pregado a laser na borracha, entre outras inovações incríveis!

Versace
Versace com Donatella, sua irmã companheira até o final de sua vida

Ainda no mesmo ano, Versace resolveu colaborar com o teatro alla Scala desenhando figurinos para o balé de Richard Strauss “Josephlegend”. Sentindo-se envolvido pelas criações dos figurinos, suas roupas ganharam nova cara, levando um reflexo de que as peças do prét-à-porter, tinham um aspecto de que eram necessárias na dança, permitindo movimento irrestritos. 

Gianni tinha uma característica muito pessoal, ele “vendia sexo” e a imagem de uma mulher poderosa, exuberante e rica. Ele fazia um link, uma conexão entre cultura pop, Hollywood, música e alta costura. Tudo através de roupas super sensuais, com bastante dourado, estampas de animais, cores marcantes, estampas fortes, algumas peças com uma “pegada” fetichista e é claro, o logo da medusa.

Versace
O logo da medusa que se tornou o logo da marca

Linda Evangelista, Claudia Schiffer, Cindy Crawford, Stephanie Seymour, Naomi Campbell e Christy Turlington, ou seja: As modelos mais caras do mundo, estavam sempre em seus desfiles. Essa turma deu origem ao termo Supermodel e transformava os desfiles da Versace em um verdadeiro show de glamour.

Enquanto as marcas contratavam uma ou outra Top model dessas para desfilar, Gianni não apenas tinha todas, como colocava as mais tops para desfilarem juntas na passarela. “Um tiro de canhão” no peito da concorrência!

Versace
Linda Evangelista, Claudia Schiffer, Cindy Crawford, Stephanie Seymour, Naomi Campbell, Christy Turlington e Kate Moss unidas em uma foto para a grife Versace

Na década de 90, Versace teve vários feitos memoráveis, entre eles: O lançamento de duas novas fragrâncias, a Versus e uma linha clássica chamada Signature. Seu amigo e grande admirador Elton John, começou uma turnê mundial e teve seus figurinos desenhados por Versace.

Versace
Gianni Versace, sua irmã Donatella e o músico e amigo Elton-John

Entre os amigos celebridades do estilista, estavam artistas, estrelas e a realeza. A princesa Diana, Elton John, Cher, 2Pac, Michael Jackson, Elizabeth Taylor e Madonna são alguns dos que frequentavam seu universo. Versace criou as roupas de Michael na turnê History World Tour, em 1996 e no mesmo ano, 2Pac exibia um medalhão de ouro com a Medusa encrustada no valor de US$ 45 mil.

Versace criou as roupas de Michael na turnê History World Tour, em 1996.

Em 1993 a grife lançou uma linha que incluía tapetes, almofadas, colchas e louças, nomeada “Home Signature”. Sempre chocando com sua ousadia, o estilista lançou uma coleção com estilo sadomasoquista. Em 1994 lançou um livro: The Man Without Tie. No ano de 1995, Versace e o cantor Elton John deram uma festa para a Elton Jhon Foundation, tudo com fins lucrativos. Por fim, em 1996, Versace inaugurou uma nova loja na Quinta Avenida na cidade de Manhattan. A loja era gigantesca, tinha 28.000 pés quadrados. Entre 1993 e 1996, a vida de Versace foi bemm movimentada.

Versace
A top Model Chisty Turlington usando um look fetichista de Versace ( Da mesma coleção que Donatella está usando em uma foto com o irmão, postada aqui, mais acima)

UM FIM INESPERADO

Em sua vasta riqueza, Versace possuía muitas casas, incluindo uma mansão em Miami Beach, uma vila no Lago Como, na Itália, e um palácio do século XV no centro de Milão. Um dos seus passatempos preferidos era ouvir músicas e ler biografias de músicos.

Versace
Sua mansão de Miami

No dia 15 de Julho de 1997, aos 50 anos, Versace foi baleado na porta de sua casa em Miami Beach por um homem chamado Andrew Cunanam. Alguns imaginam que o estilista chegou a conhecer o assassino, que veio a se suicidar 8 dias após ter assassinado Gianni Versace. Versace foi sua quinta vítima e antes de cometer o suicídio, Andrew deixou claro que sua próxima vítima seria Tom Cruise, por quem era fanático!

Versace
Antonio D’Amico e Versace. Ambos eram companheiros, viveram juntos por anos uma história de amor e D’Amico, esteve ao lado de Versace até o fim.

Seu corpo foi cremado e trazido para a Itália por Donatella e Santo. Ao todo 2.000 pessoas compareceram ao funeral, incluindo Naomi Campbell, Elton John, Princesa Diana, Maurice Bejart e seu companheiro Antonio D’Amico, além de seu rival Giorgio Armani.

Versace
A entrada da Casa Casuarina, a mansão de 35 quartos do estilista em Miami Beach onde foi assassinado

Em vida Gianni tinha 45% das ações da grife, Santo 35% e Donatella 20%. Como Gianni havia vencido uma guerra contra um câncer grave de orelha 6 meses antes do seu assassinato, ele havia deixado um testamento em que 50% de sua herança era deixada para Allegra, sua sobrinha de 11 anos filha de Donatella. Na época, sua parte estava avaliada em US$ 500 milhões. A parte de Allegra, ela herdou assim que fez 18 anos em 2004.

Versace
Versace e sua sobrinha Allegra ( filha de Donatella ) que tinha 11 anos na época de seu assassinato. No canto direito da foto, Allegra já adulta.

O livro Vulgar Favors: Andrew Cunanan, Gianni Versace e a maior caçada humana fracassada da história dos Estados Unidos, da jornalista Maureen Orth, foi lançado algum tempo após sua morte, porém a família Versace entrou com uma ação contra O livro, que afirmava que o estilista tinha o vírus da Aids quando foi assassinado.

Os irmãos Versace alegaram que: “O livro invadia a privacidade e era um ataque grosseiro à reputação de alguém que foi vítima de um crime horrível e não está aqui para se defender”. Por fim, a família venceu legalmente a batalha.

Versace
Versace sempre brilhando entre suas criações e sua lindas modelos e amigas

Entre tantos feitos incríveis, Versace marcou a história da moda por inúmeros motivos, entre eles: A introdução de celebridades nos desfiles, o lançamento de super modelos, a influência que essas super modelos exercem ao lançar tendências, o reconhecimento da importância do marketing, entre outros.

No passado Gianni Versace fez história e agora chegou a sua vez! Esperamos que a história desse super estilista, tenha inspirado você a seguir firme nessa trajetória que é a moda!

Por hoje é isso, queridas leitoras. Esperamos vocês nos próximos artigos!

Beijos no coração!

Escrito por Giovanna Alves/Equipe Escola de Estilo.

Compartilhe com seus amigos

Share on facebook
Facebook
Share on linkedin
LinkedIn
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Gostou do artigo? Deixe seu comentário abaixo

Live

Parabéns! você GANHOU uma mentoria de 3.997,00 com Dany Padilla

Restam poucas vagas nessa condições! Aproveite agora.