BALMAIN – DO NASCIMENTO ATÉ OS DIAS ATUAIS

Capa

Balmain – Do nascimento até os dias atuais. E continuamos com nossa série das grandes grifes e nomes da alta costura, das top grifes internacionais que fazem a história da moda ser cada dia mais atraente. Hoje é a vez da ousada e “chiquetosa” Balmain.

Balmain é uma grife de roupas francesa renomada no mundo da moda de luxo. Pierre Balmain, responsável pela marca, nasceu em maio de 1914 na cidade de Saint Jean de Maurienne.

Desde pequeno Balmain gostava de desenhar vestidos, até que um dia mostrou seus desenhos para o estilista Edward Molyneux. Encantado com o trabalho, ele lhe ofereceu um emprego como aprendiz em sua maison.

Balmain

No ano de 1936, Pierre foi chamado para cumprir o serviço militar obrigatório. Após finalizá-lo, em 1939, se juntou à estilista Lucien Lelong, com quem trabalhou durante a ocupação alemã em Paris. Junto com Dior e Balenciaga, o estilista formou o centro pós-guerra da indústria da alta-costura na França.

Balmain se formou em arquitetura, apesar de amar desenhar moda e fundou a grife Balmain em 1945. A Maison atendia ao público de extremo luxo da década de 40/50. Balmain costumava dizer que “criar roupas é a arquitetura do movimento”.

Balmain
Rainha Sirikit da Tailândia na foto à esquerda; Balmain ao centro e à direita trabalhando em um de seus modelos mais ajustados (modelo sereia)

Pierre Balmain foi responsável por lançar saias bem marcadas na cintura e compridas, saias usadas com casaquinhos longos e vestidos mais ajustados. Suas criações eram tão luxuosas, que acabaram por atrair admiradores da nobreza.

Pierre Balmain tornou-se o estilista exclusivo da Rainha Sirikit da Tailândia e o queridinho de diversas celebridades como Marlene Dietrich, Katherine, Audrey Hepburn e Brigitte Bardot

Balmain
Brigitte Bardot

Foi o primeiro estilista a aderir o do prêt-à-porter (pronto a vestir) e conseguiu adaptar a silhueta francesa tão sofisticada de suas criações, para as americanas, onde abriu lojas em 1951. Se destacou sendo figurinista exclusivo de 16 filmes.

Pierre sempre foi fã de utilizar cores claras, peles nas extremidades das roupas e marcou seu estilo com golas, estolas e paletós por cima de vestidos justos. Os vestidos sempre muito detalhados em tecidos nobres e bordados minuciosos.

Balmain

Após a morte de Balmain, em 1982, a grife passou por Erik Mortensen, Oscar de la Renta e Christophe Decarnin de 2002 até 2011, quando chegou as mãos do atual diretor criativo: Olivier Rousteing que simplesmente é um vulcão em erupção de criatividade (foto abaixo).

Balmain

O atual diretor criativo Olivier Rousteing, é um francês, adotado, preto, lindo, facilmente confundido com algum modelo nas diversas fotos que circulam com suas amigas preferidas, celebridades e com os modelos da própria Balmain. Você vai atestar isso aqui nas fotos.

Balmain

O rapaz é um fenômeno, um poço inesgotável de criatividade e por isso destaque total entre os estilistas da atualidade. Desde que Rousteing assumiu a direção criativa da Maison Balmain, suas roupas se tornaram desejo mundial, além de promover um auto marketing incrível em seu trabalho desde 2011.

No ano passado, Olivier Rousteing mostrou ao mundo o tamanho da sua criatividade, quando planejou e executou brilhantemente o aniversário de 75 anos da grife, com um desfile dentro de um barco coberto de plataformas espelhadas, cruzando o Rio Sena (foto abaixo).

Balmain
O desfile de 75 anos da Balmain que cruzou o Rio Sena – Paris em plena pandemia. Mantendo o distanciamento do público sem perder o glamour

Caso você queira ver a suntuosidade desse desfile, clique no link abaixo e leia nosso artigo com todos os detalhes desse super evento. 👇👇👇

BALMAIN COMEMORA SEUS 75 ANOS COM UM DESFILE, CRUZANDO O RIO SENA – PARIS

Formado pela ESMOD em 2003, Rousteing começou a sua carreira como assistente de designer na maison de Roberto Cavalli, o que exigiu sua mudança da França para Itália, onde ficou por seis anos. Depois voltou para Paris como assistente de Decarnin.

Rousteing afirma que seu período como assistente na Cavalli, o ensinou a ser comercial, “A Cavalli é um império enorme, onde você tem tudo o que quer em poucos dias”, afirmou Olivier. Além do comercial, a moda italiana o ensinou a ser arrojado e reativo.

Balmain
Último desfile da marca que enfatizou o neon e os ombros bem marcados por grandes ombreiras. Criatividade e ousadia definem

Rousteing tinha que “dar conta” de fazer muitas coleções por ano, porém nunca fez questão de esconder que não considera ter aprendido nada sobre bom gosto. Rousteing deixou claro que não aprovava o que Roberto Cavalli fazia, gostava mais do passado da marca.

Em 2009, Rousteing entrou para a Balmain e com apenas 25 anos de idade. Em 2011 ele assumiu a marca como diretor-criativo.

Balmain

Suas amizades com as celebridades de hollywood, o ajudaram a ter o status de o designer que todos querem. Pessoas de fora da indústria fashion, começaram a prestar atenção nele, graças a sua amizade com Kim Kardashian e Kanye West, que inclusive estrelaram uma campanha da Balmain e sempre estão presentes na primeira fila de seus desfiles.

Rousteing também é bem próximo das supermodels: Kendall, Kylie, Gigi, Bella Hadid junto com Erika e Joan Smalls, o que só o torna cada dia mais “popular” no mundo da moda.

Balmain

Pra reforçar todo o glamour que envolve as celebridades que circulam ali em volta do estilista, ainda tem Cara Delevinge, Joan Smalls, Jourdan Dunn, Jennifer Lopez, Beyoncé, Rihanna ( amiga pessoal de Olivier).

Todo esse marketing envolvendo essas celebridades na grife, acabou fazendo com que toda garota quisesse fazer parte do chamado “Balmain Army”( exército Balmain ). Olivier chegou a um patamar que se formos comparar, está ali no mesmo nível que a Gisele Bündchen está para as top models.

Balmain

Suas criações sempre envolvem muitos bordados, texturas, pérolas e um ar bem suntuoso, quase aristocrático. Esse é o estilo que Rousteing trouxe para a Balmain, fora sua pegada asiática em diversas estampas, mas SEMPRE com uma “aura” sexy e rocker.

Aos 34 anos, Olivier Rousteing carrega uma trajetória que poucas figuras do mundo da moda podem ostentar. Foi apontado como o Yves Saint Laurent da geração millennial.

Balmain

Olivier Rousteing é super popular em suas redes sociais, possui 1,5 milhões de seguidores no instagram. Já a Maison Balmain, possui 2,6 milhões seguidores, fazendo da grife a número um das casas francesas em seguidores, sendo a única a ultrapassar um milhão.

Balmain

O talento de Rousteing é incontestável como designer, mas também inegável o seu dom para o marketing pessoal e marketing para a marca. Claro que isso só ajudou a impulsionar o faturamento da maison, desde que ocupou o cargo de diretor criativo.

Balmain

Em agosto de 2019, o estilista visitou o Brasil em um evento num shopping de São Paulo que reuniu dezenas de celebridades que disputaram alguns segundos da atenção do diretor criativo da Balmain.

Vestidas com as roupas da maison, as beldades investiram pesado na cartela preta e branca, bem como nas texturas características do trabalho de Olivier. Na beleza, elas investiram nas longas madeixas ao estilo Kardashian.

Balmain
Olivier com Anitta, Sabrina Sato e Marina Ruy Barbosa

Curte história da moda e deseja se informar ainda mais sobre a história dos mais brilhantes estilistas e grifes do mundo? Então cola aqui com a gente, aqui no blog da Escola de Estilo! Toda quinta-feira divulgamos a história de alguma marca ou nome, que marcou e ainda marca a história da moda.

Clique no botão amarelo, assista a aula grátis que nossa Teacher Dany Padilla preparou para você e ENCANTE – SE!!! 

Um beijo de toda equipe Escola de Estilo

Escrito por Carla Lúcia Braga/Equipe Escola de Estilo

 

Confira outras matérias

Compartilhe com seus amigos

Share on facebook
Facebook
Share on linkedin
LinkedIn
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Gostou do artigo? Deixe seu comentário abaixo